marketing digital archivos - Blog emBlue

Encontre o melhor conteúdo para sua estratégia de marketing

4 dicas valiosas para utilizar banners pop up

Para que você entenda melhor, vamos explicar rapidamente o que são banners pop up: são banners que abrem como janelas, possuem diversos formatos e opções de configuração visual, que podem abrir em qualquer página de navegação, como o seu site por exemplo.

Os banners pop up podem ser grandes aliados de conversão. Se você já os utiliza mas gostaria de aprimorar suas técnicas, ou se gostaria de começar a utilizar esse método, é bem simples, a gente te esclarece tudo isso nesse texto, logo abaixo!

Como funcionam os banner pop up?

Para começar, você precisa entender como funcionam os banners pop up. De uma forma simplificada, podemos dizer que os banners pop up são como um chamariz para o que você quer comunicar na sua vitrine, neste caso, seu site.

Eles aparecem de acordo com o que sua estratégia for planejada, podendo ser diferentes dependendo do que o usuário fizer dentro do seu site. 

Um exemplo prático: vamos supor que no seu site entre o Usuário X, ele permanece por um certo tempo na página inicial e está procurando informações sobre o que você está vendendo. Ele escolhe um produto mas não finaliza a compra, deixando o produto no carrinho, e então ele volta à página inicial e fica mais algum tempo procurando outras informações. Neste momento, você pode programar um banner pop up para incentivá-lo a retornar ao carrinho e finalizar a compra. 

Esse é apenas um exemplo do que pode ser feito com banner pop up. Mais a frente neste mesmo texto, vamos descrever e aprofundar sobre todas as oportunidades que o banner pop up pode te oferecer.

O que você pode fazer com os banners pop up?

Existem diversas possibilidades que você pode utilizar os banners pop up a seu favor, uma delas já citada acima. No decorrer deste texto você vai aprender mais sobre.

Separamos ideias para você se inspirar e utilizar no seu negócio:

  • Ofereça suas ofertas e novidades com os banners pop up de promoção.

Você pode criar uma oferta incrível, que faça sentido para o seu público, e para ajudar na divulgação, é interessante que utilize a chamada no banner pop up. Depois de alguns segundos que o usuário estiver dentro dele, mostre o banner pop up e o incentive a aproveitar a oportunidade.

  • Aumente sua base de contatos usando banners pop up de inscrição.

Se o seu objetivo for criar uma base sólida, para que você consiga disparar campanhas com mais qualidade, essa é a hora de utilizar banners pop up de inscrição. Eles funcionam com um formulário simples, os quais você pode escolher que dados quer coletar, para que futuramente você consiga enviar conteúdos das suas campanhas.

  • Faça com que os usuários falem com você, aproveite os banners pop up do WhatsApp.

O WhatsApp é o aplicativo mais acessado do Brasil, e claro você deve aproveitar essa oportunidade para abrir mais um canal de comunicação com o seu público. Marque presença utilizando um banner pop up que instiga o início da sua comunicação com o usuário, escolha para qual número as mensagens serão enviadas e facilite o contato.

  • Meça a reputação da sua marca com banners pop up de NPS

NPS é fundamental para que o seu negócio caminhe sempre em direção ao sucesso. Combinar essas duas ferramentas é essencial para atingir um bom resultado. Utilize o banner pop up com perguntas rápidas para aprimorar o seu NPS, deixando mais prático para o usuário.

  • Convide os usuários a visitarem seus eventos com banners pop up de Zoom, Meet e video.

Se sua marca cria eventos online, e gostaria de que quem acessa seu site conhecesse esses eventos, chegou a hora! Utilizar banner pop up para direcionar os acessos até o seu evento. Você pode inserir um vídeo de apresentação para chamar mais atenção, com um botão que direciona até onde você quiser.

  • Aumente a expectativa com os banners pop up de contagem regressiva.

Se você está criando uma promoção relâmpago, utilize o banner pop up com uma contagem regressiva e faça com que os usuários ativem o gatilho de urgência para aproveitar essa oportunidade. Personalize de acordo com o que você acha que faz mais sentido para sua estratégia.

Esses exemplos podem parecer complicados de se fazer, mas com a plataforma certa e em poucos cliques, você pode desenvolver campanhas de banner pop up rapidamente, e claro, muito mais eficientes.

4 dicas valiosas para utilizar banner pop up

Agora que você já sabe o que é e aprender quais as possibilidades que você pode utilizar o banner pop up, chegou a hora de apresentar 4 oportunidades para que você utilize os banners pop up com maestria. 

1º Integre campanhas de e-mail ou SMS com os banner pop up.

Você pode utilizar suas campanhas ativas de e-mails para funcionarem em conjunto com os banner pop up, integrando mais um canal de comunicação, fazendo com que sua campanha tenha muito mais força e atinja números superiores.

2º Personalize conforme a navegação.

Você pode criar banners pop up diferentes para cada URL do seu site, ou seja, em cada página você pode indicar ou chamar a atenção do seu usuário. Esse tipo de personalização traz muito mais interatividade com o seu público e pode ser útil na mudança de comportamento do usuário.

3º Teste A/B para os seus banners pop up.

Não se esqueça de que o teste A/B é essencial para o desenvolvimento de campanhas mais assertivas, e claro, geração de resultados. É interessante que escolha para quais pessoas você pode mostrar seus banners, tirando dados de utilização mais completos, para que você possa aprimorar cada vez mais suas estratégias.

4º Seja criativo.

Esse é o momento de você utilizar toda criatividade a seu favor, utilizando chamadas diferentes. Você tem a possibilidade de utilizar GIFs e imagens para auxiliar na sua chamada. Diferente das notificações push, que já é uma ótima estratégia para chamar atenção para a sua campanha, você fica livre e aberto para utilizar outros artifícios visuais e complementar sua comunicação.

Você deve estar se perguntando como fazer essas dicas acontecerem, ou então, qual a complexidade para desenvolvê-las no seu negócio. O segredo está na ferramenta que vai utilizar para desenvolver campanhas excelentes.

Bom, aqui vai uma dica extra: utilize a ferramenta correta para criar boas campanhas de banner pop up. A emBlue é a ferramenta ideal para você virar de uma vez por todas omnichannel, integrando os banners pop up, pelo OnSite, com todas as suas outras comunicação, facilitando seu dia a dia com uma automação simples de ser realizada. Se você se interessou nessa oportunidade, clique no botão abaixo e descubra o que mais a emBlue pode fazer pelo seu negócio!

Como não se perder em meio a tantas métricas no marketing digital?

As métricas do marketing digital podem, através do estudo do comportamento do usuário, mostrar informações preciosas e importantes para saber se a ação está indo bem ou não.

Mas sabemos que são tantas métricas de marketing que pode complicar e deixar confuso ou em dúvida sobre qual delas escolher e quais podem não fazer tanto sentido assim para a realidade do seu negócio.

Fique tranquilo, esse texto vai te dar um norte sobre quais métricas você precisa dar mais atenção. Confira abaixo!

Primeiro passo: defina, mensure e acompanhe suas métricas de marketing

Existem hoje diversas ferramentas que te ajudam a obter o resultado das métricas de marketing. Não tem como ficar sem essas informações nos dias atuais, certo? 

As métricas de marketing te ajudam a alcançar alguns objetivos:

  • Crescimento nas suas vendas

Para aumentar suas vendas, você precisa criar ações e conteúdos que instiguem o usuário a querer comprar seu produto ou serviço. Mas como saber quais ações estão indo bem? As métricas se tornam grandes aliadas nesse caso, com todos os estudos feitos sobre elas, você pode ver o que dá mais resultado com o seu público.

  • Visitas no seu site, blog ou páginas

Se a intenção é gerar visitas ou acessos, a estratégia pode ser feita de acordo com as suas ações, mas no período de testes é importante pegar esses resultados testados e transformar em acessos. Novamente as métricas se mostram como aliadas, utilizando-as da forma correta, você certamente consegue atingir esse objetivo.

  • Geração de leads;

Quando falamos de geração de leads, sabemos que existem muitas estratégias que ajudam nesse processo, desde organicamente até com investimentos. Mas, abordando mais na intenção de investir, utilize as métricas para balancear se o retorno desse investimento está sendo saudável e sustentável. Com o estudo das métricas ideais, você pode investir mais ou menos nas diferentes ações que planejou, gerando maiores resultados.

  • Duração maior na vida útil do cliente;

Para acompanhar a trajetória do cliente, desde sua primeira compra, até quanto tempo ficou sem comprar, as métricas podem auxiliar nesse processo. Imagine que um cliente que compra a muito tempo com você, passa a não comprar mais nada, com o estudo das métricas, você pode reaquecer as vendas para esse cliente e caso seja necessário reinvestir na atenção dele para o seu negócio.

  • Identificar e implementar melhorias nos processos com base na análise de dados;

Como todo estudo e análise, você obtém resultados. Esses resultados podem te auxiliar a identificar e melhorar seus processos, ações e estratégias. Não é diferente com as métricas, que são muito importantes para a melhoria de qualquer tomada de decisão. Analisar os dados é só o primeiro degrau, existem muitos outros para colocar melhorias, mas saber os resultados é o principal, para se trabalhar em cima disso.

Com as métricas de marketing, você pode saber o alcance que sua ação está tendo, como por exemplo no caso de e-mail marketing, os dados irão te mostrar taxa de abertura, conversão, cancelamento de inscrição e até mesmo encaminhamentos.

Nesse caso, como vimos até agora, as métricas de marketing são essenciais para que haja organização e planejamento para potencializar os resultados e elevar a performance de vendas a cada mês, identificando rapidamente erros e acertos.

Como definir as principais métricas de marketing?

Chegamos no ponto chave desse texto. Saiba que é quase impossível utilizar todas as métricas ao mesmo tempo, você pode se perder com a grande quantidade de dados.

Aqui chega a hora de definir as métricas principais, para que o objetivo estipulado seja alcançado. Nesse caso, o melhor caminho é escolher a ferramenta de métrica correta.

Se o objetivo for aumentar engajamento nas redes sociais, o ideal é escolher a ferramenta que te dá mais informações, e existem muitas excelentes no mercado.

Mas se o objetivo é mensurar os resultados das suas estratégias de omnichannel, então uma outra ferramenta é aconselhada a ser utilizada nesse caso. Indicamos a emBlue para te ajudar nesse serviço.

Com uma boa organização e um planejamento ideal, você pode definir os objetivos de vendas, para aumentar sua receita com as estratégias estipuladas. 

O importante é saber onde você pretende chegar com as métricas de marketing, escolher a ferramenta correta para isso e então ficar mais próximo de alcançar um bom desenvolvimento de marketing para conquistar o sucesso esperado pela empresa. 

Uma dica de ouro: muitas vezes, é melhor que seja explorado profundamente uma ou duas métricas, do que tentar utilizar várias ao mesmo tempo, e então não conseguir realizar um bom trabalho.

Agora que você já sabe como começar a utilizar essas métricas, o próximo passo é escolher uma ferramenta que engloba e mantém todos os seus canais de comunicação unificados, te dando os resultados e relatórios necessários para analisar as métricas. Nesse caso, conheça o que a emBlue pode fazer por você para o seu marketing decolar!

Up Selling: O que é e quais as vantagens?

Up Selling

Os clientes estão dispostos a melhorar um produto ou serviço, desde que a atualização seja convincente o suficiente e muitas marcas capitalizaram esse comportamento para aumentar exponencialmente sua receita por meio do Up Selling. Quer saber em que consiste esta estratégia e como pode aplicá-la no seu negócio? Continue lendo este post! Deve ter acontecido … Leia mais

Artigo na Forbes sobre a plataforma líder em serviços multicanal: emBlue

O artigo, que está na Forbes argentina, conta com a participação da Sandra Jaramillo, Diretora Regional de Vendas da  emBlue para Latam, que fala mais sobre a funcionalidade de rastreio do usuário e seu comportamento no site, e como a ferramenta emBlue consegue, de forma prática, acompanhar esse comportamento. 

O conteúdo original está em espanhol, e aqui você confere na íntegra mais informações sobre as funcionalidades que a emBlue pode disponibilizar. Mas vamos deixar aqui o conteúdo traduzido para leitura. 

Proximidade e conhecimento, duas peças fundamentais para o sucesso entre empresas e seus clientes

A emBlue, plataforma líder em serviços omnichannel mais utilizada na América Latina, desenvolveu uma ferramenta de rastreamento web que permite conhecer os interesses de seus contatos com base em sua atividade no site e coletar esses dados na plataforma para melhor segmentação de sua base, a personalização dos conteúdos incluídos em cada e-mail e a ativação de mensagens automáticas após cada interação.

Acompanhar as empresas em sua transformação digital e fazê-lo com uma plataforma que unifica canais e dados é a razão de ser da emBlue, por meio da qual são transmitidos princípios básicos da empresa, como segurança e simplicidade. Nesse contexto, sua equipe de especialistas desenvolveu uma ferramenta que permite às empresas rastrear a navegação de seus clientes em seus sites e utilizar as informações para segmentar e personalizar suas comunicações. Isso significa, por exemplo, que se uma pessoa entrar em um e-commerce a partir de um email, a empresa poderá coletar informações de navegação, realizar campanhas de remarketing, criar grupos e automatizar emails.

“A partir de agora, podemos não apenas rastrear informações sobre a atividade que nossos contatos têm na área do email marketing, mas também registrar o comportamento do contato enquanto navega em nosso site, desde que tenha entrado por meio de um email enviado pela emBlue. Por exemplo, se um contato clicou em um de nossos produtos no e-mail, ele o levará ao nosso site e a partir deste momento poderemos conhecer a atividade do contato. A funcionalidade de comportamento na web da emBlue tem a segmentação como principal objetivo, que sabemos ser um requisito fundamental e altamente valorizado entre nossos usuários”, diz Sandra Jaramillo, Diretora Regional de Vendas da emBlue para a América Latina.

A segmentação de clientes é um processo pelo qual uma empresa trata de agrupar os usuários de seu banco de dados de acordo com vários parâmetros. Em geral, esses contatos são agrupados de acordo com suas características, interesses e consumo. Nesse sentido, existem vários tipos de segmentação de clientes; Não existe uma única maneira de classificar uma base de usuários. Isso se deve em grande parte ao fato de que um mesmo público pode ter necessidades ou objetivos diferentes dependendo das características de cada indivíduo e do momento ou etapa da jornada em que se encontra. Nem todas as pessoas têm as mesmas necessidades ao mesmo tempo e nem todas são impactadas da mesma forma pelas mesmas mensagens. Embora a oferta seja para um único produto ou serviço, a forma de abordar cada usuário não será a mesma em cada caso. Mais uma vez, a Jornada do Cliente tem enorme relevância.

A segmentação de clientes consiste em dividir em grupos os diferentes usuários que estão vinculados ao seu negócio. As variáveis ​​de segmentação mais utilizadas, e que garantem excelentes resultados, são: demográficas (idade/gênero), geográficas (localização), comportamentais (padrões de comportamento das pessoas ao interagirem com uma marca) e psicográficas (envolve levar em conta o estilo de vida , crenças, traços de personalidade e interesses dos usuários).

Segmentar clientes é uma das alternativas para personalizar a experiência do usuário, proporcionar experiências mais relevantes e alcançar melhores resultados. A segmentação é, sem dúvida, um dos segredos para vender mais. “É simples: se uma empresa conhece melhor seu público e entende com mais precisão quais são suas necessidades e motivações, pode criar campanhas de marketing mais direcionadas e eficazes. O usuário sente que a marca entende seu problema e fala diretamente com ele sobre o que que lhe interessa”, diz Jaramillo.

YPF: um exemplo do poder da segmentação

YPF serviclub, o programa de fidelização da maior petrolífera da Argentina, contou com a equipa emBlue para acompanhar o lançamento da sua loja online com a reativação do seu público e obteve excelentes resultados: aumentaram a sua reputação como remetentes em 18%, recuperaram 4,5 % de contatos e conseguiu recuperar 25 vezes o seu investimento.

O trabalho de segmentação oferecido pela emBlue permitiu continuar melhorando a experiência de seus quatro milhões de clientes ativos. A análise exaustiva para conseguir esta segmentação, seguida da implementação de campanhas de email marketing 100% personalizadas, reativando os contactos que estavam inativos e melhorando o seu desempenho, representou 57% do faturamento total da loja.

“O trabalho que desenvolvemos em conjunto com a equipa YPF Serviclub é um claro exemplo do sucesso da nossa ferramenta aliada ao poder de segmentação. Só confirma que a segmentação e personalização de clientes ajuda a encontrar maiores oportunidades de negócio, otimizar a comunicação, consolidar a relação com os usuários e obter melhores resultados”, conclui Jaramillo.

O que é um boletim informativo? [+ Exemplos]

Você tem um negócio e ainda não criou um boletim Informativo para o seu público? Agora é a hora de fazê-lo! Esse recurso é essencial para manter viva a centelha do relacionamento com seu público. Esta é definitivamente uma das ferramentas de marketing mais poderosas para sua marca. Quer saber como tirar proveito disso? Nós falamos sobre isso aqui.

O que é um boletim informativo?

Vamos começar no início. O que é um boletim informativo? É aquele e-mail que você pode enviar periodicamente para sua lista de assinantes (clientes em potencial ou clientes). Se você verificar bem a frase anterior, há algo que se destaca pelo seu potencial: assinantes .

O que é um assinante? Um assinante é uma pessoa que nos forneceu seus dados, optando voluntariamente por ser incluído em nossa lista de mala direta.. Isso significa que essa pessoa nos dá o seu consentimento para recebermos precisamente a nossa newsletter.

Este recurso também é conhecido como Boletim de Notícias e, basicamente, nos ajuda a manter contato com nossos assinantes enviando e-mails que vão diretamente para sua caixa de entrada.

O design das newsletters pode conter textos simples ou também uma estrutura composta com imagens e texto.

Quanto ao conteúdo, vai depender dos objetivos específicos de cada empresa, mas em termos gerais, costumam conter notícias e atualizações relacionadas ao negócio, com o objetivo de manter o público informado e engajado com a marca.

Ao mesmo tempo, destinam-se a empurrar suavemente os usuários para a conversão. É por isso que eles incluem chamadas para a ação (CTA). Por exemplo:

  • Leia a nota completa no blog.
  • Siga-nos nas redes sociais.
  • Participe do sorteio.
  • Complete a pesquisa.

Se falarmos sobre marketing de email , a newsletter é justamente uma das muitas formas de aplicá-la. A seguir, Diremos a você qual é sua função específica dentro da estratégia.

Qual é a função do boletim informativo?

Para que serve o boletim informativo? Verdade seja dita, ele tem múltiplas funções. Vamos ponto a ponto para que nada nos escape.

  • Relatório

Em principio, os boletins informativos servem justamente para informar. Mantenha nossos assinantes atualizados com todas as novidades da empresa e do setor.

Muitas vezes, através da newsletter, algumas marcas partilham, por exemplo, transformações nos seus espaços de trabalho, como a mudança para outras instalações ou a renovação de escritórios, etc.

Outros exemplos de boletins informativos Eles podem ser quando uma mudança de equipe é anunciada e um novo CEO ou qualquer novo membro relevante é apresentado à empresa.

O boletim informativo também é amplamente usado para compartilhar os artigos de blog mais recentes , com foco em um texto destacado para gerar interesse para continuar lendo.

O que se consegue com isso? Algo muito simples, mas decisivo para qualquer negócio: um link com usuários .

Recentemente, conversamos sobre marketing de relacionamento e a importância de construir relacionamentos com o público nos resultados do negócio.

Para trabalhar nesse link, é importante que seus assinantes conheçam você . E para isso, nada melhor do que seguir o ABC do marketing por e-mail e dentro dessa macroestratégia, a newsletter vai te ajudar a fazer a diferença.

  • Adicionar valor

Outra função dos boletins é agregar valor. Nesse sentido, ao contrário de contar aos usuários as novidades de nossa empresa, o que faremos é fornecer a eles conteúdos que sejam úteis para eles.

Por exemplo, podemos compartilhar material para download, como ebooks ou guias que podem ajudá-los a resolver qualquer dificuldade ou incorporar novos conceitos.

Neste caso, além de agregar valor, estaremos educando nosso público. O melhor de tudo é que também podemos vincular esse conteúdo a nossos produtos ou serviços.

Desta forma, Não só agregamos valor e educamos, mas também podemos dar visibilidade ao que vendemos .

  • Atraia tráfego para seu site ou blog

Esta é outra das principais funções da newsletter: direcionar o tráfego para um site ou blog. Se compartilharmos os últimos artigos do nosso blog na newsletter, estaremos aumentando as chances de gerar novas visitas ao site.

Isso se aplica a qualquer conteúdo do corpo do boletim informativo que inclua links para o seu site.

O melhor de tudo? Trata-se de tráfego qualificado, ou seja, o tipo de visita que já demonstrou interesse em seus produtos e conteúdo .

Portanto, é um público que tem mais probabilidade de responder ao que você oferece, seja por compra ou por meio de outra ação desejada.

  • Melhorar a imagem da marca

Elenco? Por que eu deveria me importar? A imagem da marca é tudo! Bem, quase tudo. Mas é muito importante que você trabalhe nisso.

A imagem da sua marca fala de como os outros a veem e percebem.

Você sabia que a maioria das pessoas escolhe uma marca com base em como ela as faz sentir? Sim, as pessoas têm algo chamado emoções e são esses que no fim acabam condicionando nossas decisões.

A imagem da sua marca fala dos valores do seu negócio e garantimos que o que você mais deseja é que seus assinantes se identifiquem com esses valores.

Ao fim e ao cabo, os dias de apenas vender produtos acabaram. Agora, as empresas vendem, acima de tudo, sensações e experiências.❤️

Se pretende conquistar o coração do seu público, a newsletter é uma opção muito interessante, pois permite humanizar a sua marca e falar com os seus subscritores de forma próxima, como se quem estivesse por trás desse email fosse um amigo.

Agora pense: se uma empresa que você não conhece lhe oferecer um produto de que você precisa e um amigo lhe disser que está vendendo exatamente o mesmo produto, de quem você o compraria? (Você pode deixar sua resposta nos comentários )

Tipos de boletins informativos

Certamente você já tem uma ideia muito mais clara sobre o que é um boletim informativo e para que serve. Agora vamos prosseguir, é hora de descobrir que tipos de newsletter você pode criar.

Nesse sentido, reconhecemos pelo menos 4 opções e também fornecemos alguns exemplos:

1- Boletim Informativo

Como o nome implica, este tipo de newsletter é o mais tradicional, aquele que todas as empresas usam em algum momento de suas vidas. É aquele que serve para divulgar as últimas novidades da empresa.

Suponha que você vá expandir seus negócios e começar a operar no exterior. Essa não é uma ótima notícia para compartilhar com seus assinantes? Com certeza, se você tiver usuários de outros países em sua lista, essa será uma novidade relevante para esse público.

Você pode usar o boletim informativo para divulgar as boas notícias e também explicar como esses usuários poderão adquirir seus produtos.

Lembre-se: os boletins informativos têm o objetivo de empurrar suavemente os assinantes para a conversão. Para não desperdiçar!

2- Boletim informativo para tráfego da web

Já falamos alguns parágrafos atrás sobre a utilidade do boletim informativo para gerar tráfego na web. Poderíamos dizer que é um tipo específico de boletim informativo que muitas empresas usam para gerar mais visitas à sua página ou blog .

O interessante dessa alternativa é que ela oferece múltiplas possibilidades. Você pode, por exemplo, compartilhar, como dissemos antes, os artigos mais recentes do blog. Ou você pode destacar uma única nota especial.

Também existe a opção de direcionar os usuários ao seu site para assistir a um vídeo, ouvir um podcast ou qualquer tipo de conteúdo que possa ser do seu interesse.

Sim, ✋ Ao criar esta newsletter, procure pensar com cuidado no que você mostra e, acima de tudo, use as palavras certas para despertar o interesse de seus assinantes.. Só assim você fará com que eles queiram saber mais e visitar o seu site.

3- Boletim de conteúdo

É um tipo de newsletter que pode ser muito útil para agregar valor ao seu público. Porque? Porque o conteúdo é o protagonista e faz parte do que é conhecido como conteúdo de marca .

Nos referimos a esse tipo de conteúdo que ensina como resolver uma dificuldade ou fornece ferramentas específicas que seu público pode precisar. Em definitivo, é um tipo de conteúdo útil para seus assinantes .

Algumas ideias valiosas de conteúdo que você pode compartilhar em seus boletins informativos incluem:

  • Guias.
  • Ebooks.
  • Lista de verificação.
  • Modelos.
  • Webinars.

Lembre-se: esse tipo de conteúdo serve tanto para educar seus assinantes quanto para se conectar com seus produtos e serviços. (desde que faça sentido).

4- Boletim promocional

Você também pode criar boletins informativos que servem para promover seus produtos e serviços .

Por exemplo, se você vai lançar um novo produto, você pode aproveitar a oportunidade para enviar aos seus assinantes um e-mail indicando que agora eles podem acessar a pré-venda do mesmo.

Também existe a alternativa de enviar promoções disponíveis apenas através de um código que você compartilha naquele e-mail.

O objetivo deste tipo de newsletter é deixar claro que este benefício é exclusivo para quem se inscreve na sua newsletter.

Lembre-se: exclusividade é um dos elementos que não pode faltar na newsletter em geral e no promocional em particular.

É hora de criar seu boletim informativo

Se você chegou até aqui, você já tem todos os detalhes para se inspirar e começar a planejar seu boletim informativo. Como será? Que estilo você vai dar? Nós queremos saber!

Mas, se você ainda tiver dúvidas, deixamos as recomendações mais recentes para que você possa agir imediatamente:

  • Defina seus objetivos. Responda: Por que você deseja criar um boletim informativo? Gere tráfego na web, aumente as vendas, melhore o marketing de relacionamento, etc.
  • Identifique o seu público. Você deve sempre saber a quem está se dirigindo, quem é seu público-alvo e quais são suas necessidades. O tipo de boletim informativo que você decidir criar será focado neles.
  • Segmente seu público. Depois de saber com quem está falando e quem são seus assinantes, é essencial distinguir os diferentes grupos que você pode formar para enviar mensagens personalizadas.
  • Defina o seu conteúdo. Dependendo de cada segmento de assinantes haverá newsletters que funcionarão melhor, é hora de decidir qual conteúdo enviar para cada grupo.
  • Escolha a frequência de envio. Com que frequência você enviará seu boletim informativo? Diariamente, semanalmente ou mensalmente? Lembre-se de que a regra não é bombardear os usuários com mensagens. Você não quer acabar no pasta de spam. O que você quer é gerar expectativa e para isso você deve pensar muito bem na frequência de envio.

Agora, você definitivamente tem muitas informações para começar a planejar seu boletim informativo. Você só precisa saber a ferramenta certa para dar vida aos seus boletins informativos: descobrir emBlue !

FAQ do boletim informativo

O que é um boletim informativo?

UMA boletim Informativo É aquele conteúdo não comercial que você envia aos seus clientes, assinantes ou clientes potenciais para mantê-los atualizados sobre as novidades da sua empresa ou de interesse geral.

Quando enviar um boletim informativo?

A frequência de envio de um boletim Informativo você decide. É sempre aconselhável não abusar dessas remessas para evitar chegar a SPAM, mas você deve estabelecer antes de iniciar a estratégia cada Quanto tempo você vai enviar um extrato. Pode ser

  • Semanalmente
  • Quinzenal
  • Por mês
  • Semestral

Para onde enviar um boletim informativo?

UMA boletim Informativo , geralmente enviado via campanhas de email marketing . Neste canal você poderá obter estatísticas de aberturas, cliques e cancelamentos que o ajudarão a otimizar seu conteúdo e melhorar essas métricas.

Como incentivar a recompra de novos clientes

Você conseguiu novos clientes após as datas promocionais ou dias de desconto? Não sabe como fortalecer o vínculo com esses compradores? Nesta nota você aprenderá como incentivar a recompra em novos clientes para que eles conheçam você ainda mais e voltem para a sua marca.

Recompra em novos clientes após dias de desconto

Não há dúvidas de que os dias de promoções online são o cenário ideal para a venda de produtos e serviços, até porque a intenção de compra dos usuários é maior do que no resto do ano.

Basta saber que em 2021 os dias de desconto tiveram 29% mais faturamento do que em 2020 e que o aumento médio nas vendas é de 300% em relação a uma semana convencional normal Incrível, você não acha?

Por este (e muitos outros motivos), você deve pensar em uma estratégia de fidelidade dentro Viagem do cliente para encorajar recompras, mas acima de tudo para posicionar sua marca e fortalecer o vínculo com seus clientes.

O que os novos clientes digitais procuram?

Nesse novo cenário, em grande parte impulsionado pelo salto digital que causou a pandemia, o que esses novos clientes procuram? Como organizar minha estratégia para oferecer uma experiência satisfatória?

Pois bem, na emBlue destacamos 4 pontos-chave que os usuários já esperam encontrar em cada interação com uma marca. Vamos conhecê-los?

Imediato

A velocidade de respostas e soluções é altamente valorizada pelos usuários. Devemos estar atentos, pois um atraso na resposta pode nos custar a perda do cliente e escolha da concorrência.

Para isto, automatizar processos é o melhor aliado. Desta forma, garantimos que sempre respondemos em tempo útil.

Personalização

O envio de mensagens específicas para cada cliente é imprescindível. Mensagens genéricas tendem a gerar rejeição e um sentimento de pouco interesse. Isso não significa que devemos abandonar a massividade, mas que devemos personalizá-la para ter um impacto ainda maior e oferecer conteúdos dinâmicos.

Experiência Homogênea

Independentemente do canal em que começa a conversa com a marca, onde acontece e em que plataforma termina, o usuário se sente mais confortável quando não há atritos . Oferecer uma experiência homogênea significa acompanhar o usuário da mesma forma em cada canal.

Soluções

Quando ocorre um problema, os usuários buscam soluções, para serem compreendidos, recompensados, mas acima de tudo, com rapidez! Principalmente se o cliente teve uma experiência ruim, nada o irritará mais do que ficar esperando por uma solução.

Como reter novos clientes após dias quentes?

De acordo com Harvard Business, reter um cliente atual é 25% mais barato do que adquirir um novo. É por isso que os dias de desconto, onde os seus novos clientes aumentam, não são apenas uma oportunidade de vender mais, mas a oportunidade de conquistar novos clientes e crescer a médio e longo prazo.

Em média, 57% dos clientes que compram em Dias quentes ter a primeira experiência com a marca, portanto, pensar antes em estratégias para retê-la otimizará seu investimento e aumentará suas vendas E já os preparamos para você!

As 4 ESTRATÉGIAS para construir lealdade e reter

O objetivo não muda: você deve garantir que 57% dos novos clientes a cada HOT DAY o escolham novamente, que não sejam clientes ocasionais, mas sim clientes fiéis e recorrentes. É por isso que você deve cumprir este passo a passo para garantir isso:

  • Conheça-os bem.
  • Alcance-os com a mensagem ideal.
  • Conheça sua experiência com nossa marca.
  • Faça com que continuem nos escolhendo.

Para cada um desses objetivos, existe uma estratégia que o ajudará a alcançar os resultados:

Segmentação de clientes

Depois de cada dia quente ou evento de preços promocionais, segmente seus novos clientes torna-se duplamente importante. Isso permitirá que você estabeleça as bases para as conversas que enviará posteriormente para retê-las.

Mas, O que é segmentação? Segmentar é ordenar nossa base de contatos. E essa ordem, se soubermos como fazer, será o começo da conversão. Comece respondendo a estas perguntas para estabelecer os critérios de divisão: O que eles compraram de nós? Quando compraram? Qual foi o comportamento em nosso site? Eles deixaram algo no carrinho?

Ter essas informações nos permite alcance-os com a mensagem perfeita , personalizado e na hora certa. Personalizar, enviar a mensagem certa em vez de enviá-la de forma aleatória, é a diferença entre converter novamente ou não, entre um cliente ocasional e um cliente recorrente.

Remarketing para obter recompra de novos clientes

Você provavelmente já ouviu falar de remarketing, mas basicamente, é a base de todos estratégia omnicanal : Quanto mais conhecemos nossos clientes, melhor a mensagem que podemos criar para ter mais impacto. Nos dias quentes seu cliente comprou um liquidificador? Depois dos dias de descontos pode enviar uma oferta à medida das suas necessidades, personalizada, porque sabemos o que procura e o que lhe interessa.

O remarketing consiste em abordar os usuários que já visitaram ou compraram em seu site para oferecer-lhes produtos ou serviços vinculados ao que demonstraram interesse.

15% dos novos clientes que alcançamos em dias quentes comprarão de nós novamente se fizermos comentários e chegarmos a eles com a mensagem certa. Como o retorno do investimento (ROI) médio para uma boa campanha de remarketing é de 122%, você pode dobrar o investimento (e um pouco mais).

Agora, como podemos transformar o remarketing em estratégias concretas? Em primeiro lugar, em CROSS SELLING AND UP VENDING.

VENDA DE CRUZ

Trata-se da automatização de mensagens aos clientes que já nos compraram com o objetivo de lhes oferecer produtos complementares que já sabemos são do seu interesse.

Por exemplo: se um usuário entra em nosso site e compra um conjunto completo de esportes para corrida, devemos registrar esse comportamento e automatizar uma oferta por e-mail, por exemplo, os tênis de corrida mais recentes.

VENDENDO

O Up Selling, por sua vez, consiste em automatizar o envio de mensagens a quem já comprou, mas perguntar-lhes se não estão interessados em um produto premium, superior àquele que sabemos que estão interessados e assim obter um produto ou atualização de serviço.

Vamos continuar pensando que vendemos artigos esportivos … se um usuário comprou um par de tênis para nós no ano passado, sabemos que ele gosta de correr; Você não quer o modelo novo, melhor e mais confortável?

De acordo com um estudo da McKingsey, o up-selling e o cross selling aumentam as vendas em cerca de 20% e os lucros em 30%, uma vez que tendem a ser compras maiores.

E embora no curto prazo não consigamos uma nova venda, aquele usuário ainda pensará “Bom, essas pessoas me conhecem, estão prestando atenção em mim”. Isso aumenta o engajamento, melhora a experiência, gera recomendação.

CARRINHO ABANDONADO


Após dias de desconto, implemente uma estratégia de carrinho abandonado para reter novos clientes é à prova de falhas e pode trazer enormes benefícios para o seu negócio.

Cada produto ou serviço que o cliente deixa sem comprar no nosso site pode se tornar um carro de alta velocidade para a nossa marca, se soubermos aproveitá-lo.


Os usuários costumam ver uma oferta, se interessam por ela, mas então hesitam, não ficam convencidos porque pensam que vão encontrar algo melhor, ou simplesmente têm aquela tendência de encher o carrinho e depois se arrepender. Embora isso possa parecer uma perda para o nosso negócio, com uma boa estratégia de conteúdo, podemos reverter isso!

78% dos clientes abandonam o processo de compra antes de finalizá-lo, mas 25% dos que entram no site pela segunda vez o concluem

Para isso, tudo o que temos que fazer é AUTOMATIZAR envio de email, SMS, Push Notifications, ou melhor ainda, integrando todos esses canais para seduzir aqueles potenciais clientes.

Net Promoter Score (NPS).

A última estratégia que vai aumentar suas vendas por meio da recompra de novos clientes são as pesquisas de Pontuação Net Promoter. Você já sabe como foi a experiência de seus clientes nos últimos dias de descontos? Você tem ideia de quantos comprariam deles novamente, quantos não e quais são os motivos?

Bem, disponibilizar uma pesquisa para medir a satisfação do cliente após o momento da compra ajudará você a saber onde está falhando e o que pode melhorar.

Não reter clientes é um problema, mas ainda mais sério é não saber por quê não seremos mais capazes de retê-los. Porque? Porque se não sabemos por que algo está acontecendo, não podemos consertar.

o Net Promoter Score (NPS) É um indicador que nos permite medir a satisfação dos nossos clientes após efetuarem uma compra. E, essencialmente, é a única maneira exata de pedir ao cliente uma opinião sobre sua experiência, saber por que ele estaria prestes a sair, saber em que estágio de nosso funil há problemas e, claro, ganhar uma segunda chance .

o Indicador NPS é baseado em uma questão fundamental: DE 1 A 10, QUANTO VOCÊ NOS RECOMENDARIA PARA UMA CONTA? “ E a partir dessa pergunta, você pode dividir os clientes em três grupos distintos:

O primeiro grupo é o de promotores “Aqueles que nos avaliam com 9 ou 10 pontos, quase perfeitos. Não devemos duvidar: eles tiveram uma ótima experiência e podemos perfeitamente fazer uma campanha de remarketing cross ou up selling, para que voltem a comprar de nós.

O segundo grupo é o de Passivos “, que nos dão 7 ou 8 pontos e aos quais devemos prestar muita atenção. Esses clientes podem estar pensando em comprar de nós novamente, mas devemos contatá-los e perguntar “O que devemos melhorar?”

E o último grupo em questão são os detratores “: deram-nos de 0 a 6 pontos e estamos prestes a perdê-los, quase de certeza que não vão voltar. É por isso que é tão importante que a pesquisa NPS também permita que os usuários deixem seus comentários para saber o verdadeiro motivo.

Agora você sabe o que precisa para manter seus clientes cativados com sua marca e convertê-los de compradores exclusivos em compradores recorrentes para aumentar suas vendas e otimizar seu investimento.

Perguntas frequentes sobre recompra de novos clientes

O que é recompra?

É solicitada a recompra da transação realizada por um cliente que já nos escolheu anteriormente. Promover essa estratégia pode ser fundamental para um negócio digital, pois é mais barato reter um cliente do que conseguir um novo.

O que os novos clientes procuram?

Novos comportamentos dos clientes os tornam mais propensos a comprar de uma marca que os oferece imediatismo, personalização, experiência homogênea e soluções rápidas.

Como reter clientes?

Existem várias técnicas para manter os clientes que já escolheram próximos de sua marca e fazer com que comprem de você novamente:

  • Remarketing
  • Venda cruzada
  • Vendendo
  • Carrinho abandonado
  • Pontuação Net Promoter

Otimização da taxa de conversão (CRO): o que é? Como incorporar em suas métricas?

Gerar tráfego para seu site é apenas uma pequena parte do trabalho. Para traduzir essas visitas em conversões, há muito mais a fazer. Tudo isso é o que abrange Otimização da taxa de conversão (CRO). Nesta nota, nós dizemos a você o que é CRO, para que serve e como incorporá-lo à sua estratégia.

O que é Otimização da Taxa de Conversão (CRO)?

Devemos dizer isso concentrar todos os seus esforços de marketing apenas na geração de tráfego pode desperdiçar muito tempo e, acima de tudo, dinheiro .

O tráfego da web, por si só, não representa mais vendas para uma marca. É essencial tomar ações concretas para que essas visitas se traduzam em uma taxa de conversão mais alta. É quando a Otimização da Taxa de Conversão faz sua aparição mágica.

Mas O que é CRO? Basicamente CRO é o processo de melhorar um site e seu conteúdo para gerar conversões. Taxa de otimização conversão é a tentativa de realmente aproveitar o investimento que o negócio faz para atrair público ao site. Porque o objetivo principal deste processo é justamente persuadir os visitantes a realizar uma determinada ação .

Que tipo de ação seria? Qualquer que seja o alvo de sua empresa. Por exemplo, inscreva-se em boletim de noticias , deixe seus dados para baixar um ímã de chumbo, registrar-se para um serviço ou comprar um produto.

Os esforços de marketing de muitas empresas tendem a se concentrar na geração de tráfego para o site, a fim de converter essas visitas em leads qualificados. Então, após um processo de pontuação principal e alimentação de leads, é feita uma segmentação adequada desses clientes potenciais para que a equipe de vendas feche a venda com aqueles que estão prontos para comprar. É assim que o ciclo funciona muito brevemente.

Porém, no caminho para a compra, o usuário pode se arrepender por vários motivos. Na maioria das vezes, acontece que esse caminho não é totalmente claro, não é totalmente prático ou simplesmente não é adequado.

Para melhorar esse caminho e fazer com que o usuário execute a ação desejada mais importante, que é comprar, a chave está na otimização da taxa de conversão .

O que é uma conversão e como ela é calculada?

Até agora falamos muito sobre conversão, mas talvez o conceito não tenha sido totalmente claro. Uma conversão é uma ação desejada que um usuário executa. Como já dissemos, isso vai depender dos objetivos de cada negócio. Em alguns casos, será para preencher um formulário, em outros para se inscrever em um serviço ou para realizar a compra. A conversão está ligada a uma meta sempre e isso é particular em cada caso.

Contudo Como a taxa de conversão é calculada? Para fazer este cálculo, você deve fazer o seguinte:

  • Divida o número de conversões pelo número total de visitantes. Você terá que multiplicar o resultado por 100 e assim obterá uma porcentagem.
  • Por exemplo, se seu site teve 20 novas vendas e 500 visitantes no mês passado, a taxa de conversão seria obtida dividindo 20 por 500 (0,04), multiplicado por 100 = 4%.

CRO, por que isso é importante para o seu negócio?

Qualquer pessoa pode ter um site, mas nem todo mundo tem um que converta todas as visitas em vendas. Seu site é o seu mais vendido– Trabalha 24 horas por dia, 7 dias por semana, nunca fica doente e trabalha mesmo nas férias. Mas e se você não conseguir converter visitas em clientes? Para isso, precisamente, é que o CRO existe.

Otimizar a taxa de conversão é uma técnica que impulsiona as empresas para o sucesso e especialmente, crescimento sustentável de longo prazo. Porque ajuda as marcas a obterem mais do que recebem atualmente dos visitantes que chegam ao seu site.

Existem vários motivos para incorporar o CRO à sua estratégia, a seguir iremos informá-lo quais são os principais.

Entenda o que seu público precisa

O processo CRO envolve entender o usuário. O que se busca com essa otimização é entender como os visitantes se movem no site, quais ações realizam e o que os impede de atingir determinado objetivo.

Ao incluir a Otimização da Taxa de Conversão em sua estratégia, você poderá conhecer melhor o seu público. Isto implica: entender o que eles querem, de onde vem, quais páginas eles visitam, quanto tempo eles passam em seu site e quais obstáculos eles encontram .

Melhore a experiência do usuário

Ter um melhor entendimento de quem é seu público-alvo ideal e o que ele deseja permite que você forneça uma experiência melhor.

Sua principal ferramenta são dados e análises, para que você entenda profundamente seu público. Graças a isso, você pode otimizar muitos dos processos que ocorrem em seu site e nos demais canais em que você interage com seus clientes potenciais.

Aumente a confiança do usuário

Lembra que dissemos antes que seu site é o seu mais vendido? Agora pense no seguinte: se esse vendedor não for profissional, se ele não comunicar claramente o seu valor e não tirar as dúvidas dos usuários, você acha que eles vão confiar nele?

Um site não confiável é um lugar onde os usuários não compartilham seus dados e definitivamente não compram. O CRO também ajuda a aumentar o nível de confiança de seus visitantes.

Melhore a escalabilidade do seu negócio

O que é escalabilidade? Isto é a capacidade de expandir um negócio sem a necessidade de aumentar seus custos. Isto é: que uma empresa pode multiplicar sua receita sem que isso implique a multiplicação de seus custos.

No caso da otimização da taxa de conversão, isso permite que uma empresa não precise investir mais dinheiro na geração de tráfego, mas sim extraia os resultados desejados deste volume de visitas .

Ao converter cada vez mais visitantes em clientes, você não precisa mais investir tanto dinheiro em técnicas como publicidade paga, por exemplo.

Aumente o ROI

Finalmente, o quinto motivo para incluir o CRO em sua estratégia: porque você pode aumentar o retorno do investimento (ROI) .

Como isso é feito? Uma taxa de conversão mais alta indica que você está fazendo melhor uso dos recursos disponíveis. Por exemplo, vamos imaginar que em março uma empresa teve 10.000 visitas ao seu site, uma taxa de conversão de 1% e 10 novos clientes. Em maio, essa mesma empresa teve 10.000 visitas, uma taxa de conversão de 3% e 30 novos clientes. Como podemos ver, o negócio aumentou as conversões, sem a necessidade de atrair mais clientes.

Isso significa menos esforço para gerar tráfego, menos dinheiro gasto e, como pudemos ver no exemplo, mais receita. Tudo o que contribui para melhorar o ROI do negócio.

Como incorporar o CRO em suas métricas?

Você já sabe o que é CRO e por que ele é importante para sua empresa, agora falta entender como incorporá-lo em seu Métricas. Para fazer isso, sugerimos que você se concentre em 3 questões:

O que está acontecendo no seu site?

Se há algo que estabelece claramente a estratégia de Otimização da Taxa de Conversão, é que Não se trata de improvisar. É um processo de melhoria praticamente sistemático e baseado em dados.

Portanto, é fundamental ter ferramentas que o ajudem a obter informações suficientes para saber o que está acontecendo em seu site e como os usuários se comportam quando o visitam.

Em principio, Analítica do Google Pode ser uma boa ideia obter essas informações. Com este recurso você poderá saber:

  • Dados demográficos de seu público.
  • De onde vêm os usuários.
  • Qual é a sua intenção de pesquisa.
  • Quais páginas eles visitam em seu site.
  • Quanto tempo eles passam no site?

Outra ferramenta que você pode usar para obter informações sobre o comportamento do usuário é o gravação da sessão. É basicamente sobre registre as ações dos visitantes enquanto navegam em seu site. Isso permitirá que você se coloque no lugar dos usuários e entenda melhor a interação com seu site.

o mapas de calor Eles são a terceira das ferramentas que recomendamos neste estágio. Estes mapas Eles servem para destacar as áreas de um site com as quais os visitantes interagem mais. Eles mostram a atividade visualmente por meio do uso de cores. Os mais quentes correspondem a uma maior interação e os mais frios ao contrário.

Com todos esses recursos você terá uma imagem muito mais ampla e clara do tipo de tráfego que recebe, a qualidade dessas visitas e seu comportamento . Desta forma, você pode começar a entender de onde se originam as dificuldades para a conversão.

Por que os usuários se comportam dessa maneira?

Agora chega a hora de entender por que os usuários se comportam dessa maneira em seu site. Para isso, a ferramenta por excelência é o inquérito, que permite obter a opinião do utilizador.

Como implementar pesquisas em um site? Uma das alternativas mais interessantes é incorporar Pesquisas NPS – Net Promoter Score. Este é o único indicador que permite que você medir com precisão o nível de satisfação do usuário com a experiência que você oferece a eles em seu site.

A melhor coisa sobre isso é que Esta ferramenta permite que você entre em contato com eles no momento certo e obtenha informações vitais para saber se aquele visitante o recomenda.

O que mais, com emBlue Você pode usar este recurso tanto no seu site, por meio de banners pop-up, quanto no envio de pesquisas NPS por e-mail.

Adicionar uma ferramenta de pesquisa permite que você reúna feedback e feedback do usuário e veja o quão satisfeito eles estão com a experiência que você oferece.

Possíveis mudanças e melhorias

Finalmente, quando você tiver reunido todas as informações para saber o que acontece em seu site e por quê, é hora de implementar as melhorias necessárias. Obviamente, recomendamos que você não faça alterações sem antes realizar alguns outros testes.

Que tipo de teste você pode fazer? As Teste A / B eles são o caminho. Este tipo de teste irá ajudá-lo a verificar se todas as mudanças que você fez no seu site melhoram ou não o seu Indicadores Chave de Performance (KPI’s).

Desta forma, você saberá se o seu processo de Otimização da Taxa de Conversão está valendo a pena ou se você precisa fazer mais ajustes para melhorar seus resultados.

Sem dúvidas, o caminho para a conversão deve ser limpo, fácil e seguro para seus visitantes, para isso o CRO é a chave. Agora leia, você está implementando em seu site?

Perguntas mais frequentes Otimização da taxa de conversão

O que é CRO?

O CRO (Convertion Rate Optimization) é o processo pelo qual um site ou app e os conteúdos aí hospedados são melhorados, de forma a melhorar os resultados comerciais da aquisição online de um produto ou serviço digital.

O que é uma conversão?

UMA conversão É aquela ação de valor que um usuário realiza em nossos canais digitais e que significa lucro para a empresa. Pode ser uma venda em um comércio eletrônico, um contrato de serviço, download de aplicativo ou assinatura de nosso boletim informativo.

Como você mede uma conversão?

Uma conversão é medida dividindo o número de conversões pelo número de visitas e esse resultado deve ser multiplicado por 100.

Marketing turístico: o que é e como fazer uma campanha de sucesso?

Com destinos superatraentes em todas as épocas do ano e um mercado cheio de ofertas, saber o que é marketing de turismo e como alcançar o omnicanal é a chave para criar uma estratégia vencedora O setor de turismo pode atingir o omnicanal? Leia uma passagem para ler esta nota e descubra!

Sem dúvida, a pandemia de coronavírus (COVID-19) não só transformou nosso estilo de vida, mas também a relevância de marketing de turismo .

Com uma Queda de 95% em viagens durante 2020, as agências de viagens devem otimizar seus campanhas de marketing de turismo para sobreviver para um possível corte no orçamento.

Lugares que antes se apresentavam como destinos ideais, hoje estão quase vazios. Com a indústria quase em xeque-mate, é necessário recorrer a Alternativas eficientes para empresas e automação omnicanal e de marketing são algumas delas.

Aqui está tudo o que você precisa saber!

Automação de marketing adaptada ao mercado de turismo

o automação de marketing oferece simplificação de processos e economia de tempo. Esta ferramenta é baseada em todos aqueles softwares que automatizam uma campanha de marketing, criando respostas a certas ações dos usuários por meio de múltiplos canais de comunicação.

O objetivo deste processo é consolide a relação com o seu público , proporcionando uma experiência otimizada a partir do momento em que as pessoas entram em seu ecossistema virtual.

Como aplicá-lo ao marketing turístico? Diante do novo normal que domina o mundo, as empresas de turismo recebem diariamente um grande número de reclamações sobre pacotes de viagens vendidos, cancelamentos, hospedagem ou remarcação.

Uma campanha de marketing de turismo omnicanal bem-sucedida deve

  • Compartilhar status de serviço
  • Comunique-se com empatia e consistência
  • Dê conselhos úteis
  • Gerar conteúdo para responder a perguntas

Omnichannel em seu marketing turístico

Como já sabemos, promover a venda de ingressos é um dos grandes objetivos do marketing turístico (em todo o mundo, havia uma diminuição de 41% durante a semana de 21 de dezembro de 2020 em comparação com a mesma semana de 2019). Para conseguir isso, é fundamental construir um banco de dados sólido e realizar estratégias de acordo com o estágio de compra em que cada pessoa se encontra– Da pesquisa às compras, passando pelas informações de que você precisa antes de viajar, dicas úteis para a sua viagem e conteúdos de interesse para que você queira voltar no futuro.

Omnichannel é impossível de alcançar sem um posicionamento adequado de seus canais de comunicação, Como as suas redes sociais, a sua presença nos motores de busca ou as plataformas mais populares da indústria. Assim, você também poderá verificar qual conteúdo é mais eficaz para seus objetivos e descobrir, com mais detalhes, o que as pessoas em seu público querem saber .

Use as redes a seu favor!

Para uma melhor adaptação à crise, é fundamental definir quais os canais de contato que você utilizará para se aproximar do seu público. Qualquer Por meio de redes sociais, WhatsApp ou e-mail, você deve se comunicar sempre sem negar o problema atual.

Uma mensagem calorosa e transparente fará com que seus clientes confiem mais em você e escolher você entre outras empresas. Por exemplo, o site almundo.com Diante da pandemia do coronavírus, ele teve que cancelar seus voos e convidou cada usuário a preencher um formulário para que fosse contatado pela empresa a fim de solucionar suas reservas.

Boas notícias em tempos de crise? Claro que sim!

Como mencionamos anteriormente, esteja presente e atenda às necessidades do seu público é um fator chave. Por exemplo, a empresa Companhias aéreas argentinas usaram suas redes para comunique boas notícias: Diante da impossibilidade de continuar vendendo voos comerciais, ele anunciou o andamento da transferência da vacina Sputnik V da Rússia para a Argentina.

Uma campanha de marketing de turismo de sucesso constrói a fidelidade do cliente também de aumentar sua reputação em um setor tão competitivo.

Uma situação excepcional requer ajuda diferenciada

A pandemia não só impediu que as pessoas continuassem a se mobilizar, mas também deixou um grande número de pessoas isoladas e presas em seus destinos turísticos. Assim, o que no início era a alegria de conhecer um novo lugar, passou a ser a incerteza de como voltar para casa.

Desta forma, a agência Cidade turística , liderado pela agora famosa Carla, realizado uma comunicação solucionando as principais dúvidas e questionamentos daquelas pessoas que compraram uma passagem para eles. Essa virtualidade não nos faz perder aquele toque mágico da proximidade humana!

Fique ativo

Em tempos de pandemia, já foi comprovado que é importante não ficar em silêncio. Adaptar sua comunicação aos tempos atuais é elementar e o manterá relevante apesar de uma crise global.

Para conseguir isso, a empresa LATAM Companhias Aéreas apresentou uma nova categoria de bilhetes mais flexíveis com possibilidade de alteração ou cancelamento sem custos. Assim, ele alcançou aumente suas vendas a um custo menor e não reduza a velocidade de suas operações durante a pandemia.

Conteúdo atraente e educacional

O desenvolvimento de conteúdos adaptados ao contexto atual pode ser de grande ajuda quando se trata de posicione-se e destaque sua marca. Seja por meio de informações interessantes como ‘As 10 melhores atividades …’ ou 5 dicas para viajar em tempos de pandemia ‘você pode aumentar sua reputação.

O atual turista não é mais o mesmo, apenas através conteúdo valioso e consistente com a situação mundial vai fazer as pessoas estão interessadas em você entre tantas outras opções disponíveis.

 

A pandemia de coronavírus COVID-19 não teve impacto da mesma forma em todos os países, no entanto 96% dos destinos o mundo impõe restrições ao turismo. Diante da crise, o importante é permanecer ativo e relevante. Enquanto outras empresas pausam suas estratégias de marketing turístico, impulsionar a sua pode sempre se posicione um passo à frente dos demais.

FAQ: Marketing turístico: o que é e como fazer uma campanha de sucesso?

O que é marketing turístico?

O marketing turístico é a promoção de locais realizada por empresas do sector da hotelaria, locais de entretenimento, restaurantes, empresas de transporte para aumentar as suas vendas.

Para que serve o marketing de hotéis?

É responsável por todas as ações que visam oferecer ao turista um serviço otimizado e uma experiência diferenciada.

Quais são os principais benefícios do marketing turístico?

  • Aumentar as vendas
  • Reduza custos e tempo
  • Estabeleça uma conversa com o público
  • Bancos de dados de segmentos

Como escrever um e-mail de apresentação de serviço que converte

As pessoas geralmente fogem dos vendedores. Aqueles que usam o e-mail para apresentar produtos e serviços a clientes em potencialCostumam dizer que é difícil para eles obter uma resposta. Eles acreditam erroneamente que o meio é o que não funciona, quando na realidade o que falha é o conteúdo. Se você quiser aumentar as chances de conversão do seu negócio através do email marketing você precisa saber como escrever um email de apresentação de serviço. Nesta nota, damos-lhe todos os detalhes.

E-mails mal estruturados, enviando e-mail focado demais na venda, mensagens impessoais que não conectam com o leitor … Estes são apenas alguns dos Erros comuns em e-mails introdutórios enviados por empresas .

O que está errado? A estratégia, claro, mas também a abordagem. Enviar e-mails para leads e clientes é mais do que uma aposta para colocar produtos e serviços. Trata-se de gerar um relacionamento com o usuário para fazer parte de seu ciclo regular de consumo.

O que as empresas devem procurar com ele marketing de email isto é criar conexões que se traduzem em mais vendas, mas, acima de tudo, em mais clientes recorrentes. Já falamos sobre isso na nota sobre marketing relacional .

Então, Para entender como escrever um e-mail de apresentação de serviço, primeiro devemos ser claros sobre a jornada do cliente ou jornada do cliente. Isso nos permitirá saber em que estágio o usuário está pronto para receber esse tipo de mensagem e como abordá-la para conseguir a conversão.

Mas O que é a jornada do cliente e por que devo saber do que se trata? Aqui está a resposta.

O que é a jornada do cliente? Por que é importante saber?

o A jornada do cliente é a jornada que um cliente percorre através da experiência de se conectar com uma marca ou empresa na internet. É, basicamente, a jornada do usuário em sua jornada como comprador. Claro que é um processo e, como tal, tem várias etapas que é importante conhecer.

Porque? Porque permite que você tenha mais clareza sobre o que o consumidor sente e precisa no processo de decisão de compra , dependendo do estágio em que você está. Isso será de grande ajuda para você saber que tipo de mensagem transmitir em todos os momentos. .

Quando se trata de como escrever um e-mail de apresentação de serviço, uma das chaves é saber precisamente quando enviá-lo , para alcance o usuário com sua mensagem quando ele estiver pronto para recebê-la.

Nesse sentido, o automação de marketing permite definir interações e registrar cada uma das etapas da jornada do usuário, orientando-o por meio de mensagens.

Não há como falhar! Sua estratégia de marketing digital será sustentada por informações e todo o conhecimento que você já possui sobre o usuário. A) Sim, você poderá criar experiências e mensagens únicas para cada um deles, o que aumenta suas chances de conversão .

O melhor de tudo é que Esses e-mails fazem parte de um fluxo automatizado de comunicação, algo como o envio de mensagens no piloto automático. Isso significa que você entregará conteúdos mais relevantes para os usuários, de forma mais ágil, automatizando grande parte do processo.

Estágios da jornada do cliente

Podemos distinguir 5 etapas na jornada do cliente. Mas O que acontece em cada um deles?

  • Reconhecimento. Nesta fase, o usuário toma conhecimento de sua necessidade. Geralmente, isso se deve a um problema de difícil solução ou à satisfação de um desejo de compra.
  • Consideração. A segunda etapa da Jornada do Cliente é caracterizada por um usuário mais informado sobre seus problemas e possíveis soluções.
  • Decisão. Aqui, o usuário está quase pronto para decidir qual ação tomar a seguir para resolver sua situação. Portanto, você vai comparar as alternativas disponíveis para você, ou seja, comparar marcas para escolher a certa para a sua situação.
  • Compra. Nesta fase em que ocorre a compra, você escolhe um negócio de acordo com sua necessidade e orçamento e adquire o produto ou serviço em questão.
  • Retenção. Nesse momento, começam as ações da empresa para que o cliente opte por ela novamente. Portanto, tarefas de acompanhamento são realizadas para consolidar ainda mais o vínculo.

Em qual dessas etapas você acha que deve criar um e-mail de apresentação de serviço? Nós o ajudamos com a resposta: Na fase de consideração! Apenas quando o usuário já sabe qual é o seu problema e começa a investigar como resolvê-lo. Lá você deve invadir e apresentar seu serviço como uma solução.

Não sabe por onde começar? Não se preocupe! No próximo ponto, daremos as chaves para que você entenda como escrever um e-mail de apresentação de serviço que converte.

Como escrever um e-mail de apresentação de serviço

A primeira coisa que queremos deixar claro sobre o e-mail de apresentação do serviço é quando enviá-lo. Já atendido esse ponto, você sabe que na etapa de consideração deve apresentar seu produto ou serviço como alternativa para que o usuário resolva seu problema.

No entanto, este é apenas o começo, há muito mais que você deve descobrir para escrever um e-mail de apresentação eficaz. Entre outras coisas, é importante considerar o seguinte:

  • O usuário tem muito pouco tempo para ler seu e-mail.
  • Sua caixa de entrada está cheia de mensagens de marcas tentando vender algo para você.
  • Você não hesitará em marcar e-mails que não fornecem nada de valor como spam.
  • Você evitará emails muito formais, mas também aqueles excessivamente informais.

Então? Como escrever um e-mail de apresentação de serviço que converte? Calma! é para isso que estamos aqui.

1- Um problema poderoso

Você sabia que 47% dos destinatários de e-mail decidem abri-lo com base apenas no assunto? A primeira impressão, o que define que eles querem abrir o e-mail ou continuar por muito tempo, esse é o problema. Este é provavelmente o elemento mais importante na hora de criar uma mensagem de apresentação de serviço, portanto, trazemos algumas recomendações para não falhar.

  • Customizar. A capacidade de criar e-mails altamente personalizados desempenha um papel fundamental nas taxas de abertura. Adicionar elementos de personalização, como o nome do usuário, pode ajudar as pessoas a clicar em seu e-mail e decidir lê-lo. Por exemplo: Juan, isso é o que você estava esperando .
  • Vá direto ao ponto. Ser direto é essencial quando se trata de campanhas de e-mail e ainda mais quando se trata de criar o assunto de seus e-mails. As linhas de assunto que vão direto ao ponto funcionam porque o usuário já sabe do que se trata o e-mail, mesmo sem ter inserido a mensagem. Por exemplo: É hora de conseguir mais clientes. Eu te mostro como.
  • Despertar curiosidade. Ser direto não significa que você não possa deixar algum mistério no assunto. Aproveite a curiosidade humana para despertar o interesse, deixando informações incompletas que serão exibidas no corpo do e-mail. Por exemplo: Você tem 3 minutos? Aqui está o que eu prometi a você.

A chave para criar um problema efetivo aumentar sua taxa de abertura é, justamente, não vender, você vai ter tempo de fazer dentro da mensagem. Para chegar lá, primeiro você precisa ter certeza de que os usuários abram o e-mail, e você faz isso com um assunto poderoso.

2- Mensagem personalizada

Acabamos de falar sobre customizar a linha de assunto e, neste caso, quando o usuário já tiver clicado no e-mail e acessado a mensagem, ele também deverá encontrar aquele mesmo tratamento especial. Não se trata apenas de chamá-lo pelo primeiro nome, existem outros elementos que você pode incorporar personalizar o e-mail de apresentação do serviço.

Cada cliente potencial que interage com sua marca tem uma percepção diferente de como deseja ser tratado. Além disso, têm diferentes motivos que os levam a deixar os seus dados e a dar o seu consentimento para receber as suas comunicações. Aproveite essas informações para entregar uma mensagem que leve em consideração precisamente o problema ou as necessidades do usuário .

Para personalizar sua mensagem em seu e-mail de apresentação de serviço, você pode adicionar não apenas o nome da pessoa, mas também, mencione o seu pontos de dor ou pontos específicos de dor. Assim, você poderá tocar uma fibra mais íntima e emocional que ajudará a influenciar sua decisão de compra. Lembre-se de que esta mensagem visa justamente a conversão.

3- Não se trata da sua marca, mas do usuário

Embora tentemos ajudá-lo a criar um e-mail de apresentação comercial, a verdade é que esta mensagem não é sobre sua empresa, é sobre o usuário. A conversa deve girar em torno do seu cliente potencial. Coloque-o no centro de seus esforços de comunicação. Diga a ele como ele se beneficiará com sua proposta. Explique como o seu serviço mudará a vida deles.

4- Os pontos de dor

Sem dúvida, se falamos em explicar como vai mudar a vida do usuário a partir do seu serviço, é preciso pensar no “antes”: Qual é a sua situação atual? Qual é o problema que você deseja resolver?

Não se trata de cavar na ferida (embora um pouco sim ), mas sobre relembrar porque essa mensagem é importante, qual foi o ponto de partida dessa relação que você gerou com a marca. Nomeando o seu pontos de dor Você poderá argumentar por que seu serviço é importante para o usuário e como fornecerá uma solução.

5- Benefícios, não recursos

Este é um dos Regras básicas de redação: Fale sobre benefícios, não recursos. Mais importante do que definir o que é ou como é o seu serviço, é fundamental deixar claro o que ele pode fazer pelo usuário.

Um dos riscos de não ser específico neste ponto é justamente semear dúvidas e objeções nos seus potenciais clientes.

Concentre-se em deixar o benefício claro: Qual é a sua contribuição para a vida útil do lead? Como você resolve seu problema? Lembre-se: quanto mais preciso você for, menos dúvidas irá gerar no usuário.

Saiba mais sobre este tópico em nosso #emBlueTalks sobre direitos autorais em marketing por e-mail .

6- O poder da prova social

De acordo com Bigcommerce 92% dos usuários leem avaliações e depoimentos online quando consideram uma compra. O que mais, 88% confiam nas análises online e nas recomendações pessoais. Enquanto 72% deles afirmam que os depoimentos positivos permitem que eles confiem mais em uma marca.

Tudo isso nos fala sobre o poder de prova social. Incluir depoimentos ou avaliações de seus clientes por e-mail em que você apresenta seus serviços pode ser uma tática muito útil para Aumente a confiança do usuário e obtenha mais conversões.

7- Call to action

Outro dos pontos fundamentais ao escrever um e-mail de apresentação de serviço é defina corretamente o que você deseja que o usuário faça. Pense assim, seu e-mail tem um propósito específico. Pode ser que todo o conteúdo esteja alinhado a esse objetivo e que, de fato, você convença o lead de que seu serviço é exatamente o que ele precisa. Mas, se a mensagem chega ao fim e você não lhes diz o que fazer em seguida para seguir em frente com a contratação ou compra, todo esse esforço dará em nada.

Diga ao seu cliente em potencial diretamente a ação que você deseja que ele execute , coloque uma frase de chamariz realmente eficaz. Acesse aqui, clique aqui, inscreva-se agora são alguns exemplos de frases de chamariz usadas em marketing por email.

8- polir sua escrita

Quando você tiver abordado todos os pontos anteriores, será hora de se sentar em frente à tela e calmamente verifique o texto do seu e-mail. O que você deve verificar?

  • Ortografia.
  • Erros de digitação.
  • Adequação do tom e voz da marca.
  • Uso do mesmo pronome pessoal em todo o e-mail (você, você).
  • Frases e parágrafos curtos.

Lembra que é importante que o e-mail seja fácil e rápido de ler. Portanto, você deve fornecer uma experiência de leitura ideal para o usuário , certificando-se de que o texto está correto.

Esperamos que, com essas recomendações, você agora saiba como escrever um e-mail de apresentação de serviço. Deixe o medo da página em branco para trás, é hora de criar sua campanha de e-mail!

Perguntas frequentes:

O que é um e-mail de apresentação de serviço?

Um email de apresentação de serviços , É o email que envia automaticamente a todos os novos clientes ou potenciais clientes, mostrando o que a sua empresa tem para oferecer e como isso os ajudará a resolver o seu problema.

Para que serve um e-mail de apresentação de serviço?

Um email de apresentação de serviços ou produtos servirá para substituir o famoso catálogo. No conteúdo destes emails você escolherá o que mostrar de acordo com o seu público e poderá redirecionar o tráfego para o seu site, agendar reuniões ou comunicar novas receitas.

O que um e-mail de serviço deve incluir?

O que não deve faltar em um o e-mail de apresentação do serviço é:

  • Um bom negócio personalizado
  • Mensagem com campos personalizados
  • A necessidade do usuário e sua solução
  • Apresentação do seu produto ou serviço
  • Frase de chamariz para dizer ao usuário o que fazer

10 razões para incorporar a automação de marketing em sua estratégia

É um fato: Automação de Marketing é a tendência do momento. Porém, sabemos que muitas empresas ainda não o consideraram em sua estratégia. As razões para não fazer isso incluem falta de conhecimento e crença equivocada de que é muito complexo para implementar. Hoje vamos dizer quais são os principais motivos para levar isso em consideração.

É natural sentirmo-nos fora do nosso elemento quando nos deparamos com um novo conceito. Se você está apenas aprendendo sobre a existência do Automação de Marketing você pode sentir alguma incerteza. Você pode se perguntar o que é e, acima de tudo, por que é relevante para o seu negócio. É precisamente para isso que estamos aqui. Vamos tirar essas dúvidas a seguir.

O que é automação de marketing?

75% de todas as empresas no mundo já usam algum tipo de automação de marketing. Isso nos mostra que as empresas estão respondendo à tendência. A partir disso também podemos inferir que não faltam os motivos para incorporar esse tipo de ferramenta em todas as empresas.

Mas não vamos nos precipitar. ✋ O mais importante primeiro: O que é automação de marketing? De um modo geral, é a utilização de uma ferramenta que permite automatizar diversas atividades relacionadas com o marketing de um negócio e as interações com os seus utilizadores.

Se expandirmos o conceito, também podemos dizer que Marketing Automation é um software e outras tecnologias que ajudam as marcas a:

  • Colete dados do usuário.
  • Otimize as interações com leads e clientes.
  • Fortalecer a estratégia omnicanal graças à integração com diferentes canais de contato como e-mail, site, SMS, WhatsApp, redes sociais, chats, entre outros.
  • Classifique leads por meio da pontuação de leads.
  • Segmente clientes em potencial para nutri-los por meio de conteúdo relevante.
  • Acompanhe os usuários com conteúdos vinculados aos seus interesses.
  • Oriente-os até que se tornem clientes e, por fim, promotores da marca.

A automação de marketing é, então, um metodologia que usa tecnologia para ajudar as empresas a automatizar todos ou a maioria de seus processos de estratégia. Entre eles, já mencionamos a coleta de dados do usuário, segmentação, automação de fluxos de comunicação ou workflows, criação de leads e gerenciamento de campanhas, entre outros.

O objetivo da automação de marketing, como você pode ver, é acompanhar e orientar leads durante a jornada do cliente. Ou seja, conduza-os na jornada que fazem pela experiência de se vincular à marca até atingirem a conversão desejada.

Automação de marketing: 10 razões para incorporá-lo em sua estratégia

Os tempos mudam, a tecnologia avança. Em diversos setores existem softwares específicos desenvolvidos para agilizar procedimentos e melhorar o dia-a-dia. Por exemplo, sistemas de contabilidade digital, plataformas de gerenciamento ou software de recursos humanos. Mas, em marketing, até poucos anos atrás, não existia uma solução abrangente e ao mesmo tempo específica para agilizar processos e melhorar o dia a dia da área. Não havia, até a automação chegar ao marketing.

Existem muitos motivos para adotar essa metodologia dentro de uma empresa. Independentemente de seu tamanho, todas as empresas, grandes ou pequenas, precisam automatizar atividades dentro de sua estratégia de marketing. Por este motivo, iremos informá-lo abaixo 10 razões para incorporar a automação de marketing em sua empresa.

Nº 1 Conhecimento profundo do seu público-alvo

Saber o que não funciona em sua estratégia é muito valioso para a melhoria contínua. Só então você pode obter os resultados desejados em suas ações de marketing. Mas a verdade é que, para chegar a esse ponto, primeiro você precisa saber em detalhes com quem está lidando. Quer dizer, conheça seu público, leads e clientes em profundidade. Quanto você sabe sobre eles? Você acha que tem informações suficientes?

A automação de marketing permite reúna dados de usuários que interagem com sua marca , registrar cada uma das ações realizadas em cada etapa de sua jornada. Então você pode crie um perfil sólido para cada lead , onde, além de suas informações de contato e informações demográficas, você pode saber como ele interage com sua empresa e quais são os interesses dele.

# 2 Projeto Adequado da Jornada do Cliente

Sem dúvidas, quanto mais você conhece seu público, melhor experiência de marca pode oferecer. E isso naturalmente se traduz em um design de viagem do cliente muito mais adequado. Podemos dizer que é um tour personalizado, feito sob medida para seus leads e clientes.

Tem em conta que cada etapa que o usuário realiza neste processo é conhecida como microconversão. Isso é o que aproxima o cliente em potencial de a conversão mais importante: comprar um produto. Portanto, a transformação desse lead em cliente. Para chegar a este ponto, é fundamental otimizar cada parte da jornada e automação de marketing pode ser de grande ajuda nesse sentido.

Como já dissemos neste artigo, técnicas baseadas em automação permitem a definição de interações em cada uma das etapas da jornada do usuário. Isso é feito por meio de mensagens relevantes que ajudam a orientá-los.

# 3 Melhor segmentação de sua base de contatos

Muitas empresas têm produtos diferentes e, portanto, existem públicos diferentes para cada um deles. Por outro lado, a jornada do usuário nem sempre é a mesma, portanto, é a chave para fazer um segmentação base de contato apropriada. Isto implica agrupe-os de acordo com seus critérios compartilhados : características, interesses e consumos ou comportamentos.

Ao tomar uma decisão de compra, o consumidor atual escolhe as marcas que o alcançam com a mensagem certa, no momento preciso em que precisa. Tudo isso é o que a automação de marketing permite.

Nº 4 Oferecer conteúdo relevante para seus leads

Se você conseguir segmentar corretamente sua base de contatos, também poderá personalizar suas comunicações. Isto é entregar conteúdo relevante para cada grupo de usuários. Ao conhecer seu público, você pode criar uma experiência única para cada usuário com base em seu comportamento.

Isso vai permitir que você gere um link com seus clientes potenciais e construa relacionamentos de médio e longo prazo. Durante esse tempo você poderá educar e nutrir esses usuários com conteúdo relevante, até que tenham a maturidade necessária para finalizar a compra.

Nº 5: Impacte os usuários com mensagens na hora certa

Muito do que acontece em sua estratégia de marketing é uma questão de ritmo, interagir com os usuários em tempo hábil . Quando seria isso?

Se voltarmos ao conceito de Jornada do Cliente, entendemos que o importante é olhe para a experiência total do usuário. Portanto, devemos considerar toda a sua trajetória, incluindo aspectos-chave como: em quais canais você interage, como e quando. Desta forma, você saberá quando impactar seus leads para levá-los à conversão.

Isso é algo que você também pode conseguir com a automação de marketing. Lembrando que esta metodologia permite conhecer melhor o seu público, desenhar um tour personalizado e estar presente quando o usuário estiver pronto para avançar no processo de compra.

Nº 6 Alcance omnicanal

o omnicanal é proporcionar uma experiência consistente e homogênea em todos os canais em que sua marca está presente. O objetivo desta estratégia é inicie conversas eficazes com seus clientes potenciais e clientes , além do canal utilizado ou escolhido por eles.

Atualmente, você pode enviar comunicações por meio de diferentes plataformas: marketing de email , SMS, seu próprio site e redes sociais, para citar alguns exemplos.

Mas estar presente em todos esses canais e garantir interações de qualidade para seu público é muito importante automatize suas ações. Isso permitirá que você aumente a eficiência e reduza os erros.

A automação de marketing ajuda você a manter a mesma conversa com seus clientes em potencial e clientes por meio de diferentes canais. Assim, você pode acompanhá-lo ao longo de sua jornada de compras.

Nº 7 Medir resultados

KPI, também conhecido como Indicador-Chave de Desempenho ou simplesmente, indicador chave, permite medir o desempenho de um processo vinculado a um objetivo específico. Por meio desses indicadores, você poderá saber mais exatamente se sua estratégia está funcionando bem ou se você precisa fazer algumas alterações.

Precisamente, por meio de uma ferramenta de automação de marketing, você pode rastreie e monitore todas as ações que você realiza com cada segmento de sua base de contatos. E tudo isso graças às métricas que você pode usar no processo.

Nº 8 Obtenha melhores dados e tome melhores decisões

“O que não pode ser medido não pode ser melhorado”, Foi o físico britânico William Thomson Kelvin quem disse esta frase. Hoje, ela funciona como uma lei fundamental para muitas empresas ao redor do mundo. É para isso que servem as métricas, para medir e precisamente, para obter dados que permitem tomar melhores decisões e, assim, otimizar seus resultados .

Graças à automação de marketing dados agora são protagonistas. Você pode saber em tempo real como os usuários se comportam em relação às suas ações de marketing e, com essas informações, aprimorar o que for necessário.

# 9 Economize tempo e aumente a eficiência

Saber o que funciona e o que não funciona em relação às suas campanhas de marketing ajuda a evitar dar passos em falso. Isso permite que você evite perder tempo com ações que não levam aos resultados desejados. Quer dizer, você pode aumentar a eficácia de suas ações.

Além disso, ao automatizar o marketing em sua empresa, você economiza muitas das tarefas repetitivas que consomem grande parte do seu tempo e o de sua equipe. Por outro lado, você também pode otimizar o tempo adiantando-se e agendando campanhas com antecedência.

# 10 Trabalho coordenado entre marketing e vendas

Para muitas empresas, a integração entre as equipes de marketing e vendas pode parecer complicada. Porém, à medida que o usuário evolui e seus hábitos de consumo se transformam, o ciclo de compra torna-se cada vez mais complexo. Portanto, é necessário o trabalho coordenado de ambas as áreas.

Automação, graças ao seu pontuação, permite que você atribua leads a equipes de vendas. São usuários que estão prontos para a conversão, que podem ser acompanhados desde a área de vendas para conduzi-los até a compra.

Exemplos de automação de marketing

Já te demos a teoria, você pode dizer que conhece a Automação de Marketing. Agora, vamos passar para os exemplos práticos, para reforçar ainda mais o conceito. Lembre-se de que, como mencionamos antes, o marketing pode ser automatizado em todo o ciclo de vida do cliente e em vários canais. Portanto, esta metodologia contribui com seu grão de areia para que sua estratégia seja cada vez mais omnicanal.

Compartilhamos dois exemplos claros de automação de marketing para que você tenha maior clareza sobre esta ferramenta.

Automação de marketing – sequência de boas-vindas

As mensagens de boas-vindas estão entre as comunicações automatizadas mais importantes . Isto é porque capturar a maior atenção do usuário , como já dissemos em esta nota. No entanto, não se limita a um único e-mail ou SMS.

Além de “Oi, como estão as coisas” , o que você deve entender é que eles são as primeiras etapas na jornada do usuário. Portanto, você deve orientá-lo para seguir em frente. E nada como um sequência de boas-vindas automatizada para conseguir.

Suponha que o usuário visite uma loja online e assine a lista de enviando e-mail, para o qual, deixe seus dados de contato por meio de um formulário. Então e imediatamente, o comércio eletrônico envia uma mensagem de boas-vindas que chega diretamente na sua caixa de entrada. O assunto não termina aí. Nos dias seguintes, a loja envia outro e-mail oferecendo um desconto de 25% como presente de boas-vindas.

O melhor de tudo é que quem está por trás da empresa não precisa se sentar e digitar rapidamente essas mensagens manualmente. Imagine fazer isso com cada novo lead que você gerar!

Em vez disso, essas comunicações já faziam parte de um fluxo de trabalho destinado a enviar uma série de e-mails de boas-vindas a um determinado segmento de usuários .

Automação de marketing: carrinho abandonado

Alguns insights podem ser assustadores, por exemplo, se falamos de lojas online, as estatísticas dizem que, em média, 70% dos usuários abandonam o carrinho de compras sem concluir a transação. Isso não é uma boa notícia, no entanto, diante disso, há uma alternativa: recuperar algumas dessas transações por meio da automação de marketing .

Como? Muito simples. Assim que o cliente sai do carrinho, um e-mail é enviado com os detalhes da transação que não foi concluída. Isso significa que os produtos que você não comprou estão listados. Caso você não abra o e-mail após um dia, você pode fazer um envio de reforço.

Esses tipos de fluxos são usados por empresas que vendem seus produtos por meio de um comércio eletrônico. Lembra que da emBlue oferecemos integrações nativas com qualquer sistema que sua empresa usa. Por exemplo, VTEX ou Magento, entre outros. Saiba mais sobre nossas integrações .

Acreditamos que você já tenha uma noção muito mais clara de Automação de Marketing. Agora você sabe todas as razões pelas quais deve considerá-lo em sua estratégia. Gostaria de conhecer uma ferramenta de automação completa para o seu negócio? Descobrir emBlue !

Perguntas frequentes sobre automação de marketing

O que é automação de marketing?

o automação de marketing é a estratégia de marketing digital que busca automatizar respostas na forma de mensagens ou ações para cada interação do usuário com uma marca.

Para que serve a automação de marketing?

Principalmente, serve para aumentar as conversões e reduzir o tempo de implementação da campanha. Você só precisa definir qual ação do cliente terá uma reação de sua marca e fazer as integrações corretas.

Quais são os melhores aplicativos de automação de marketing?

Existem muitos exemplos de aplicações concretas de automação de marketing:

  • Venda cruzada.
  • Vendendo.
  • Carrinho abandonado.
  • Atribuição de contatos a grupos.
  • E-mails de boas-vindas
  • Envio de SMS.

Tudo pronto pra levar seu marketing a outro nível?
Diga adeus ao estresse do seu trabalho com uma solução desenhada para você.